Skip to content

Vem aí… Isle of Skye

2015/04/17

O designer Alexander Pfister, criador de jogos como Port Royal ou The Mines of Zavandor acaba de publicar no seu blog que irá lançar este ano mais um jogo, desta feita em parceria com Andreas Pelikan. O jogo chamar-se-á Isle of Skye e será editado pela Lookout Games.

Alexander Pfister

Segundo o próprio, o jogo chegará por altura da feira de Essen deste ano e parece tratar-se de jogo que utiliza a mecânica de colocação de fichas. Os jogadores estabelecem um preço para as fichas que biscam e que os outros jogadores têm de pagar se as desejarem comprar. No entanto, todas as fichas que não forem compradas terão de o ser pelo jogador que estabeleceu o preço!

O jogo coloca os jogadores na posição de terem de decidir entre o seu desejo de fazerem dinheiro e a projeção de quanto os adversários estão dispostos a pagar.

RiaStore de novo aberta!

2015/04/16
by

Os interessados em comprar alguns dos jogos que teremos no RiaCON – 9 e 10 de maio – poderão fazê-lo acedendo à listagem de jogos disponíveis.

As condições de compra encontram-se na referida listagem.

Para consultar basta clicar sobre a imagem do lado direito (RiaStore).

Para esclarecimento de dúvidas não hesitem em contatar-nos – jogoeublog@gmail.com

Pfefferkuchel 2015

2015/04/15
by

O Pfefferkuchel é um prémio instituído por um grupo de vários jogadores de Hamburgo na Alemanha, que aproveitam a Páscoa para se reunirem e testarem todas as novidades da feira de Essen e Nuremberga.

Este encontro já se realiza há mais de 10 anos e é aproveitado por muitas editoras para mostrar as suas novidades e testar protótipos.

Os jogos mais apreciados deste ano foram:

  1. Auf den Spuren von Marco Polo
  2. Orleans
  3. Cacao
  4. Evolution
  5. AquaSphere
  6. Elysium
  7. Vienna
  8. Da Luigi
  9. Five Tribes
  10. Die Alchemisten

Vem aí… Steam Ship Company

2015/04/14

O designer Mac Gerdts tem mais um jogo na forja – Steam Ship Company.

Reconhecido no mundo dos jogos como o senhor Rondel, pelo facto de ter trazido ao mundo este novo mecanismo, Mac Gerdts prepara um novo protótipo para lançar lá para o fim deste ano.

Image Mac Gerdts

Trata-se de um jogo económico em que os jogadores investem em seis companhias de transporte marítimo. Para lá do desenvolvimento das companhias os jogadores terá de desenvolver as suas próprias empresas de extração de carvão, ferro e desenvolvimento de um boa rede de caminho de ferro.

Assim como em Imperial o criador utiliza o conceito de que ninguém é dono de nada, apenas investidores que procuram enriquecer fazendo os melhores investimentos nos momentos certos.

Orléans – Deluxe Meeples

2015/04/10
tags: ,
by

A DLP Games tem já à venda no seu site o kit para fazer evoluir o seu novo sucesso – Orléans!

Trata-se das miniaturas em madeira que substituirão as atuais fichas em cartão. A compra das figura fica por cerca de 10€, no entanto, os fãs mais puristas do jogo poderão ainda optar pelo pack Fan-Kit que disponibiliza não só os meeples como também material para jogar com 5 jogadores e mais um edifício promotional!

Image DLP Games

Os interessados poderão encontrar mais informações no site da editora – AQUI.

Bonus Solo Legende “Die Jagd”

2015/04/09

Para quem se orienta com o alemão e gosta do jogo de Michael Menzel – Lendas de Andor – deixo-vos um link com uma mini expansão PnP do jogo!

Clique na imagem para fazer o download

Não precisa de agradecer!

Vem aí… Domus Domini

2015/04/07

O próximo jogo da Franjos Verlag  vai chamar-se Domus Domini.

Domus Domini é um jogo da autoria de Heinz-Georg Thiemann direcionado a jogadores mais experientes. O jogo pode jogar-se de 2 a 6 jogadores com mais de 14 anos. Segundo a editora alemã o tempo de jogo varia em função do número de jogadores mas acrescenta que cada jogador demora cerca de 25 minutos para executar todas as suas tarefas ao longo do jogo.

Este jogo foge ao nicho de mercado habitual da Franjos, que anda muito na área dos jogos familiares e de destreza.

Em Domus Domini cada jogador é um abade que conduz os destinos de um mosteiro.

A cada ano (ou seja, a cada ronda), usam as receitas provenientes das suas produções para fazer novos investimentos no mosteiro ou na compra de vegetais para vender nas ruas circundantes ao mosteiro e que depois se traduzirão em pontos de vitória.

O jogo vive desta tensão em melhorar o mosteiro para obter mais rendimentos ou obter mais pontos de vitória para ganhar o jogo, mas ambos se entrelaçam concorrendo para a vitória final!

O jogo estará em breve em crowdfounding na Startnext.

Seguir

Get every new post delivered to your Inbox.

Junte-se a 155 outros seguidores