Skip to content

Craftsmen

2013/12/26
by

Sint_Craft

Sinopse:

O objetivo é conseguir ter mais pontos de prestígio no fim do jogo e alcança-los supõe usar os seus trabalhadores para produzirem, comercializarem e embarcarem produtos variados bem como construir diferentes edifícios. As ações referidas estão entrelaçadas e é preciso programar bem cada turno para conseguir equilibrar todas as inúmeras variáveis que o jogo apresenta.

Como se joga:

No início do jogo monta-se o jogo como indica o manual de instruções. O tabuleiro tem uma grelha para controlar a ordem de turno.

O jogo dura 12 rondas que se dividem em 3 anos de 4 estações cada um.

Nas três primeiras estações (Primavera, Verão e Outono) há 3 fases, na última (Inverno) há apenas 2.

Em seguida determina-se a ordem de turno. O jogador que tiver a carta de dinheiro menor fica em primeiro, seguido do jogador com a carta de dinheiro menor seguinte e assim sucessivamente.

Image Henk Rolleman

Nas 3 primeiras rondas (Primavera, Verão e Outono) as fases são as seguintes:

  • Fase 1: Colocação de trabalhadores
  • Fase 2: Grémios
  • Fase 3: Fase final

Na fase 1 os jogadores vão colocar os seus discos (trabalhadores/ajudantes) nos espaços disponíveis sob os grémios que existem no tabuleiro:

  • Grémio dos banqueiros
  • Grémio dos construtores
  • Notário
  • Grémio dos artesãos
  • Grémio dos comerciantes
  • Edilidade

Image Bartek Kanafa

Na fase 2 os jogadores vão beneficiar de cada um dos grémios onde colocaram os seus trabalhadores e ter privilégios em função da posição em que os colocaram.

Se o jogadores colocarem os seus trabalhadores no espaço com um círculo dourado têm direito a um privilégio específico do grémio, se for no espaço com círculo prateado e com uma fita verde, dispensa o segundo jogador a colocar aí um trabalhador, de pagar pela ação.

O grémio dos banqueiros permite ganhar dinheiro, o privilégio do primeiro a colocar ali um trabalhador é descartar apenas 1 cartas das 4 biscadas, em vez das duas de quatro biscadas a que todos os outros jogadores estão obrigados.

O grémio dos construtores permite aos jogadores construírem cartas de edifício da sua mão para a sua área de jogos obedecendo às regras de construção. Há 3 tipos de edifícios de construção: básicos, intermédios e avançados.

O privilégio do primeiro a colocar um trabalhador neste grémio é poder construir um dos edifícios sem cumprir a regra de construção, que basicamente é a obrigatoriedade de ter de construir edifícios da mesma cor ao lado uns dos outros, sendo que há edifícios que têm duas cores.

O notário permite que os jogadores adquiram edifícios dos expostos na parte inferior do tabuleiro. Há duas formas de adquirir um edifício: ou pagando o edifício pelo valor marcado no tabuleiro por cima da respetiva carta ou através de leilão.

O privilégio do primeiro a colocar um trabalhador no notário é poder trocar até 3 cartas das expostas pelas 5 primeiras cartas do topo do baralho.

O grémio dos artesãos permite que todos os que coloquem trabalhadores neste grémio possam produzir nos seus edifícios básicos, colocando um cubo de produto na parte superior das suas cartas de edifício de produção básica.

Cada trabalhador colocado no grémio dos artesãos equivale a 3, 4 ou 5 pontos de trabalho conforme se esteja no 1º, 2º ou 3º turno respetivamente. Os pontos de trabalho podem ser usados de 4 formas distintas:

  1. Para produzir matérias-primas;
  2. Para vender no mercado;
  3. Para produzir produtos intermédios;
  4. Para produzir produtos acabados.

O privilégio do primeiro a colocar um trabalhador no grémio dos artesãos é poder produzir duas matérias primas por apenas 1 ponto de trabalho.

Os jogadores que colocarem trabalhadores no grémio dos comerciantes pode comprar produtos intermédios do armazém, essas compras são pagas com as cartas de dinheiro e, o privilégio de ser o primeiro a colocar um trabalhador neste grémio, é poder pagar com produtos do mercado.

Finalmente, todos os jogadores que coloquem trabalhadores na edilidade podem escolher 1 de 3 privilégios:

  1. Ficha de privilégio, que poderá ser usada entre as fases I e V;
  2. Pontos de trabalho;
  3. Mudança da ordem de turno.

Na estação do Inverno apenas se j0gam 2 fases:

  • Fase 1: Grémios
  • Fase 2: Fase final

No Inverno só estão disponíveis os grémios dos construtores e dos artesãos. O procedimento em cada uma das fases é idêntico ao das estações precedentes.

Quando se conclui o Inverno os jogadores ganham pontos de privilégio, o procedimento é feito em 4 etapas:

  1. Navios que zarpam
  2. Avaliação da cidade
  3. Avaliação do armazém
  4. Compra de pontos

Na primeira etapa são atribuídos pontos aos jogadores que tiverem cubos no porto. Os jogadores ganham os pontos por cada um dos 4 navios onde tenham cubos seus. Adicionalmente o jogador/es que estiver/em em maioria em cada um dos navios ganha pontos extra.

Image Der Malte

Na segunda etapa avaliam-se as construções dos jogadores, por cada conjunto de cartas com as 4 cores diferentes os jogadores ganham 3 pontos.

Na terceira etapa os jogadores ganham pontos pelos cubos que tenham no armazém: um ponto por cada cubo.

Finalmente, na quarta etapa os jogadores podem trocar cartas de dinheiro por pontos, para tal têm de entregar 4 cartas de cores diferentes ganhando o valor do somatório dessas cartas em pontos.

Depois deste processo de atribuição de pontos, e no caso de ainda não ser este o fim do terceiro ano, o marcador de ano avança uma casa e começa-se uma nova ronda, com o marcador de estação do ano a regressar à casa da Primavera.

Avaliação:

Craftsmen é um euro totalmente direcionado para os amantes de gestão de recursos.

Fico feliz por ver mais uma editora a apostar numa produção realista, ou seja, um jogo numa caixa de tamanho médio, adequadíssima aos seus conteúdos. Os componentes são bons embora os grafismos não nos tenham seduzido por aí além!

As regras do jogo são uma tortura, este é talvez o maior handicap que podemos apontar ao Craftsmen. A merecer uma revisão urgente!

A complexidade inicial do jogo vai diluindo-se à medida que encadeamos as rondas, no entanto, chegamos ao fim sempre com a sensação de pouco polimento, isto é, o jogo conduz-nos quase durante toda a partida num labirinto quase interminável de relações mais ou menos nebulosas entre produtos e subprodutos ou entre edifícios e combinações de cores! A certa altura pode parecer um pouco surreal, mas o certo é que no fim as coisas funcionam e o resultado final é um jogo interessante que se tem tema não parece mas que nos faz esquecer isso em deterimento da concentração no seguimento do nosso caminho para a vitória.

Este jogo merece um hipótese de todos os amantes de eurogames!

Ligações:

Site da G3AQUI

Ficha BGG AQUI

Comprar:

Philibert AQUI

Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: