Skip to content

Beasty Bar

2015/03/30

sint-BB

Sinopse:

Os animais querem ir à festa, para isso têm de esperar na fila e não se deixarem ultrapassar pelos outros animais que vão chegando e tentando ultrapassar, pois só os dois primeiros da fila é que entram e o último é posto fora! Ganha quem tiver mais animais na festa.

Como se joga:

No início do jogo colocam-se as cartas de entrada e a de expulsão no centro da mesa, separadas pelo espaço de 5 cartas.

SetupBB

Cada jogador recebe 12 cartas de uma cor e baralha-as. Com essas cartas forma um baralho de face oculta à sua frente. Desse baralho bisca as primeiras 4 cartas que guarda na mão.

No seu turno cada jogador realiza as seguintes ações:

  • Jogar uma carta da mão;
  • Executar a ação da carta jogada;
  • Executar as ações dos animais com repetição (se possível);
  • Abertura da entrada e expulsão (se possível)
  • Biscar uma nova carta.

A primeira ação é sempre jogar uma carta da mão na fila de espera, o mais próximo possível da carta de entrada.

Em seguida, executa-se a ação do animal jogado (os animais serão explicados em pormenor na parte final desta review e poderá servir para usarem com a vossa cópia!).

Depois de executada a ação do animal jogado, executam-se as ações dos animais que estejam na fila e tenham o ícone de repetição: RepeticaoBB (se aplicável).

Em seguida, se houver 5 cartas na fila, coloca-se as duas cartas que estão mais perto da porta, do seu lado esquerdo (por baixo da carta Interior do bar); enquanto a carta que estiver na última posição da fila é colocada à direita da carta de expulsão (por baixo da carta Rua com lixo).

cartasSETUPbb

Antes de passar a vez, o jogador bisca uma nova carta do seu baralho de face oculta para ficar de novo com 4 cartas na mão. Os turnos sucedem-se no sentido dos ponteiros do relógio.

O jogo termina após a ronda onde todos joguem a sua última carta. Em seguida contam-se as cartas que cada jogador conseguiu colocar no Interior do bar. Quem tiver mais ganha. Em caso de empate, somam-se as cartas dos animais dos empatados e o que tiver o valor mais baixo ganha. Também se pode usar as pontuações do reverso da carta resumo.

As ações dos animais:

  • Leão (12) – Se já houver um leão na fila, o que acaba de se jogar é imediatamente expulso, caso contrário, o leão expulsa todos os macacos que estejam na fila e passa para a primeira posição.
  • Hipopótamo (11) – Os hipopótamos passam à frente de todos os animais com valor inferior ao seu, à exceção da zebra (7). Os hipopótamos têm o símbolo de repetição e por isso todos os turnos se terá de repetir a sua ação (se possível).
  • Crocodilo (10) – Os crocodilos comem todos os animais com valor inferior ao seu, à exceção da zebra (7). Os animais comidos são expulsos da fila (colocados por baixo da carta de rua com lixo).
  • Serpente (9) – A serpente coloca todos os animais por ordem decrescente (da entrada para a expulsão). Os valores mais altos perto da entrada e os mais baixo no fim da fila.
  • Girafa (8) – A girafa salta sobre o animal que está à sua frente se essa carta for de valor inferior ao seu. As girafas têm o símbolo de repetição e por isso todos os turnos se terá de repetir a sua ação (se possível).
  • Zebra (7) – A zebra não tem uma ação propriamente dita, o seu poder é bloquear crocodilos (10) e hipopótamos (11), ou seja, os referidos animais ficam sempre atrás de uma zebra (7). Todos os animais à frente de uma zebra também estão a salvo dos crocodilos (10) e hipopótamos (11).
  • Foca (6) – A foca obriga à mudança da carta de entrada com a carta de expulsão.
  • Camaleão (5) – O camaleão assume a ação de um dos animais que estiver na fila, executando a sua ação. Na fase de repetição de ações, o camaleão volta ao seu valor original.
  • Macaco (4) – O macaco não tem nenhuma ação se não houver outro/s macaco/s na fila, mas quando há, o macaco colocado na fila vai diretamente para a primeira posição e atrás de si os outros macacos. Adicionalmente, se houver hipopótamos e/ou crocodilos na fila, estes são expulsos (colocados por baixo da carta de rua com lixo).
  • Canguru (3) – O canguru salta um ou dois animais que estejam à sua frente.
  • Papagaio (2) – O papagaio expulsa um animal da fila, à sua escolha.
  • Doninha (1) –  A doninha expulsa as cartas das duas espécies de animais com os valor maiores presentes na fila.

Avaliação:

Beasty Bar é um pequeno filler de quinze minutos muito perspicaz e com ideias engraçadas. O material é excelente, com cartas de tamanho Dixit. A ilustração do jogo podia ser melhor mas ainda assim é adequada ao tema.

A primeira vez que se joga não é propriamente evidente aquilo que temos para fazer, se a sequência de um turno é fácil de assimilar, os poderes dos 12 animais já não é assim tão fácil, embora a iconografia ajude bastante.

O jogo premeia o oportunismo tático dos jogadores e contempla uma generosa fatia de sacanagem na forma como nos abre caminhos para expulsarmos os animais dos outros! Obviamente que a sorte desempenha um papel muito importante no jogo e daí que muito do rumo que cada partida toma resulta da capacidade que cada um tem (ou não) de se adaptar às circunstâncias.

Como referido anteriormente, cada carta tem iconografia muito útil para recordar o poder de cada animal, no entanto, por lapso, as cartas de macaco não referem que os hipopótamos e os crocodilos são expulsos quando há mais que um macaco na fila, uma gafe que poderá ser corrigida em edições futuras.

De resto, Beasty Bar resume-se a um filler um pouco caótico mas muito divertido, rápido de se jogar e baratinho. Uma agradável surpresa!

Mais um daqueles que poderão experimentar no RiaCON 2015!

Ligações:

Site da Zoch Verlag AQUI

Ficha BGG → AQUI

Regras em inglês AQUI

Vídeo (inglês)  AQUI

Comprar:

Philibert  AQUI

4 comentários leave one →
  1. Roniés permalink
    2015/03/31 00:02

    Gostei!

    • abruk permalink
      2015/03/31 08:57

      Já o jogaste alguma vez?

  2. 2016/11/24 12:50

    Olá Carlos. Pelo que me parece, ele lembra muito o Guilhotine, né?

    • abruk permalink*
      2016/11/25 09:33

      Viva Roniés. Só se encontra analogismo entre esses jogos na configuração e o dinamismo dos animais/personagens, embora neste último caso a semelhança tem apenas haver com o movimento delas, pois no (G) podemos jogar da mão cartas de ação que implicam várias vezes movimento das cartas da mesa no (BB) as cartas (animais) têm movimentos específicos que por vezes também implicam movimento das cartas da mesa, acho o BB mais simples de dominar do que o G que tem mais variedade de consequências, logo é mais “aberto”.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: