Skip to content

Isle of Skye

2016/09/06

IoS-Sint

Sinopse:

Cinco clãs lutam pelo domínio da ilha. Apenas o líder que melhor souber desenvolver o seu território e as rotas comerciais obterá a cadeira de sonho – a do rei de Isle of Skye!

Para alcançar essa proeza os jogadores terão de ser astutos nas licitações das fichas de paisagem e na forma como as dispõem no seu território, encontrando as melhores soluções para beneficiar das pontuações da ronda e nunca esquecem as bonificações do fim do jogo!

Como se joga:

⇒ Setup

Coloca-se o tabuleiro no centro da mesa. O lado do tabuleiro é escolhido em função do número de jogadores: 2-4 jogadores ou 5 jogadores.

Baralham-se as fichas de janela (pontuação) e escolhem-se 4 aleatoriamente. Essas fichas colocam-se nos espaços A, B, C e D.

Coloca-se o marcador cilíndrico preto no primeiro espaço da contagem de rondas (mais à esquerda no tabuleiro) e as moedas ao lado do tabuleiro.

Cada jogador escolhe uma cor e recebe um biombo, um castelo, o marcador cilíndrico e uma ficha de machado nessa cor. O marcador cilíndrico coloca-se na casa zero da escala de pontuação.

A ficha de castelo de cada jogador coloca-se à frente do biombo.

⇒ Desenvolvimento

O jogador inicial é o mais jovem e recebe o disco de jogador inicial.

Um jogo decorre durante 6 rondas (5 rondas em partidas com 5 jogadores). Cada ronda tem 6 fases:

  1. Dividendos
  2. Tirar 3 fichas
  3. Descartar ficha escolhida
  4. Comprar uma ficha
  5. Construir
  6. Fim da ronda e pontuação

Fase 1 – Dividendos

Nesta fase os jogadores recebem dinheiro da reserva. Recebem todos 5 moedas pelo seu castelo.

Cada barril de whisky que esteja ligado ao castelo por uma rua dão 1 moeda extra.

A partir da 3ª ronda, os jogadores ganham moedas extra por cada adversário que estiver à sua frente, na escala de pontuação.

pic2583381_md

Image Andre E

Fase 2 – Tirar 3 fichas

Nesta fase os jogadores tiram 3 fichas de paisagem do saco de tecido, começando pelo jogador inicial e seguindo no sentido dos ponteiros do relógio (SPR), até que todos tenham 3 fichas.

As 3 fichas são colocadas à frente do biombo de cada jogador. Atrás do biombos o jogador irá fazer corresponder a cada uma dessas fichas, dinheiro e a ficha de machado.

Cada jogador coloca então pelo menos 1 moeda em duas dessas fichas e a ficha de machado à outra.

Quando todos tiverem feito as suas escolhas, retiram o biombo em simultâneo e revelam assim quanto dinheiro apostaram em cada ficha e qual a que escolheram para descartar (ficha de machado).

Fase 3 – Descartar ficha escolhida

Todos os jogadores descartam para o saco de tecido a ficha que escolheram para descartar (indicada pela ficha de machado).

Fase 4 – Comprar uma ficha

Nesta fase, os jogadores vão poder comprar uma ficha a um dos adversários. Começa o jogador inicial e segue-se no SPR, até que todos tenham tido a oportunidade de comprar uma ficha de paisagem a um adversário. Qualquer jogador pode optar por não comprar.

O jogador compra a ficha que desejar a um adversário desde que consiga pagar o valor que esse adversário lhe atribuiu. O jogador que vende recebe o dinheiro do comprador e ainda o dinheiro que tinha atribuído à sua ficha.

Depois de todos terem tido oportunidade de comprar uma ficha, cada jogador recolhe a que ninguém comprou (se ainda houver) entregando à reserva o dinheiro que lhe está atribuído.

pic2587139_md

Image Peter Dringautzki

Fase 5 – Construir

Todos os jogadores constroem agora as fichas que tiverem na sua área de jogo, adicionando-as ao seu território.

Há as seguintes regras na construção dessas fichas:

  • Cada nova ficha tem de partilhar pelo menos um dos seus lados com as fichas de território do jogador.
  • O tipo de terreno desse lado tem de ser igual àquele a que se junta agora.
  • As ruas não precisam de ser prolongadas, isto é, se a ficha que tiver a ser construída tiver uma planície sem ruas, continua a ser possível construi-la junto a outra ficha de planície mesmo que essa tenha uma rua.

Há fichas que têm papiros que indica pontuações extra por áreas cercadas. Uma área considera-se cercada quando está completamente rodeada por terrenos diferentes.

Quando não se consegue colocar uma ficha sem infringir as regras de colocação, essa ficha é descartada para o saco. O dinheiro pago não é devolvido!

Fase 6 – Fim da ronda e pontuação

Todos os jogadores recebem pontos de vitória de acordo com a ficha de janela (A-D) que estiver a ser pontuada nessa ronda. Há rondas em que se pontua mais que uma ficha de janela.

Em seguida passa-se a ficha de jogador inicial para o jogador seguinte no sentido dos ponteiros do relógio. Move-se o marcador de ronda uma casa para a frente.

Fim do jogo

Depois de terminar a última ronda, cada jogador recebe pontos de vitória (PV) pelas fichas de papiros que tiver no seu território, em função do seu requisito:

  • 1 PV por cada 2 ovelhas;
  • 1 PV por cada 2 fichas de barris de whisky;
  • 1 PV por cada 2 barcos;
  • 1 PV por cada vaca
  • 1 PV por cada torre branca;
  • 1 PV por cada quinta;
  • 1 PV por cada farol.

EXTRA – Duplica os PV obtidos pelas fichas de papiro, se estas se encontrarem numa área cercada.

pic2605085_md

Image Citie Lo

Ganha ainda:

  • 1 PV por cada 5 moedas que tiver.

O vencedor será o jogador com mais PV. Em caso de empate ganha quem tiver mais moedas.

Avaliação:

The Isle of Skye tem um mecanismo simples: juntar fichas de paisagem para formar um território, ao velho estilo de Carcassonne, no entanto, Pfister adicionou a esta fórmula vencedora, um par de mecanismos que o colocam num patamar superior relativamente à sua musa inspiradora.

Um sistema de compra e venda muito simples, e descomplicado tornam-o muito original e apimentado. Ao já citado, adicionou ainda um considerável conjunto de opções para ganhar pontos, que abrem o leque de possibilidades estratégicas, e que, quanto a mim, o tornam tão agradável a gamers e não gamers.

Os materiais são de boa qualidade, a caixa tem o tamanhinho ideal para não ocupar muito espaço e o preço, digamos que é o justo, dada a quantidade de cartão que recebemos.

As regras são muito fáceis e o livro que as explica, está elaborado na perfeição, para que não restem dúvidas depois da sua leitura!

A interação entre jogadores é grande, se nos recordamos que uma das fases do jogo é comprar fichas aos adversários sem direito de resposta – in your face. Mas atenção, o jogo dá-se ao luxo de propiciar o sabor do “quem ri por último ri melhor” ao estilo – e agora gostas?

A forma como os últimos são “recompensados”, para não perderem o pé, a partir da terceira ronda, é outro apontamento que agrada bastante, e permite que as coisas estejam sempre muito equilibradas na hora de contar pontos!

Em resumo, The Isle of Skye tem regras simples, partidas com duração adequada, muita rejogabilidade, bastante interação com direito a toma-lá-dá-cá e densidade estratégica q.b. para agradar aos mais barbudos!

Quem compra este Isle of Skye leva a garantia de um jogo que não ganha pó na prateleira durante bastante tempo!

Informar ainda, que este jogo terá em breve uma versão em português do Brasil, pelas mãos da editora brasileira Paper Games, mas que infelizmente não deverá chegar ao mercado português.

Ligações:

Site da Mayfair Games  AQUI

Ficha BGG  AQUI

Regras (inglês)  AQUI

Resumo em português AQUI

Comprar:

Philibert → AQUI

Joganamesa  AQUI

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: