Skip to content

Valletta

2018/06/13

Sint-Valletta

Sinopse:

Em Valletta os jogadores disputam a construção e melhoramento do maior número de casas com o objetivo de conquistarem os pontos que esses edifício oferecem a quem os constrói, mas também porque têm personagens que depois do edifício construído juntam-se ao deck de cartas do jogador que o constrói. Ganha quem tiver mais Pontos de Vitória (PV) após uma de três situações de fim de jogo se verificarem.

Como se joga:

⇒ Setup

No centro da mesa monta-se a régua tipo puzzle que representa a escala de pontos:

  • Na margem superior colocam-se as 25 fichas de barril com a face oculta;
  • Na margem direita colocam-se as duas pilhas de fichas de 25/50 PV e 75/100 PV;
  • Na margem superior esquerda, na casa anterior à primeira ficha de barril, coloca-se o peão Jean Parisot de Valette (peão púrpura).
  • Na margem esquerda (do lado de fora da régua) colocam-se todos os marcadores de pontos de cada jogador (à esquerda da casa do número 1).

Separam-se as cartas de edifícios por cores e em seguida baralha-se cada um dos 3 montes. Constrói-se o deck de jogo com a seguinte configuração:

  • a 2 jogadores biscam-se 6 cartas verdes, 8 cartas azuis e 6 cartas amarelas;
  • a 3 jogadores biscam-se 8 cartas verdes, 10 cartas azuis e 7 cartas amarelas;
  • a 4 jogadores biscam-se 10 cartas verdes, 12 cartas azuis e 8 cartas amarelas;

Depois de formado o deck de jogo, baralha-se e dele distribuem-se 5 cartas por baixo da régua e outras 5 por cima da régua. A carta tem de ficar com a face onde se vê os recursos necessário para a comprar no canto superior esquerdo, voltada para cima.

Depois repete-se o processo até haver várias linhas de cartas por cima e por baixo da régua de pontuação:

  • a 2 jogadores 4 linhas ao todo (2 em cima e 2 em baixo);
  • a 3 jogadores 5 linhas ao todo (3 em cima e 2 em baixo);
  • a 4 jogadores 6 linhas ao todo (3 em cima e 3 em baixo);

Por cima de cada uma das cartas de edifício, coloca-se a personagem correspondente (ver letra dentro de um círculo colorido na margem inferior direita da carta de edifício e da carta de personagem dessa cor).

Cada jogador recebe:

  • um tabuleiro individual na cor que escolher;
  • um marcador de pontuação (colocado na margem esquerda da régua de pontuação);
  • 1 deck de 8 personagens iniciais na sua cor (figura do canto inferior direito da carta) que se baralha e se coloca no lado esquerdo do seu tabuleiro individual com a face oculta. Do seu topo biscam-se para a mão 5 cartas;
  • 8 marcadores de edifício;
  • 4 recursos (1 ouro, 1 madeira, 1 pedra e 1 tijolo)

Ao lado da régua forma-se a reserva geral:

  • Ouro, madeira, tijolo e pedra;
  • Monte de cartas com 4 cartas vermelhas de Construtor (Baumeister).

Define-se o jogador inicial. O jogador à direita do jogador inicial retira da reserva geral 4 recursos (1 madeira, 1 pedra, 1 ouro e 1 tijolo) escolhe 1 desses recursos e passa os restantes ao jogador que estiver à sua direita, e assim sucessivamente até que todos tenham 1 recurso extra. Com menos de 4 jogadores, os recursos sobrantes voltam para a reserva geral.

pic3506732

Image maeddes

⇒ Desenvolvimento

No seu turno, um jogador começa por jogar uma das suas 5 cartas da mão e executa a sua ação. Em seguida repete-se o processo para a segunda e terceira carta. Estas três cartas colocam-se nos espaços respetivos do tabuleiro individual (centro) com a face visível. Depois de executadas as ações das três cartas, o jogador descarta-as, com a face visível para a torre com a porta aberta (lado direito do tabuleiro individual).

Nunca se pode optar por não jogar uma carta, ou seja, no seu turno um jogador executa sempre a ação de três cartas. Apenas no último turno poderá acontecer que o jogador só tenha duas cartas para jogar, e nesse caso, só jogará duas cartas. Há certas ações que podem conduzir o jogador a descartar cartas, ou biscar cartas adicionais durante o turno.

Antes de passar a vez, o jogador repõe a sua mão para ter novamente 5 cartas (só na fase final do jogo pode não ser possível ter 5 cartas). Se não houver cartas suficientes, baralha-se o descarte e forma-se um novo baralho.

O jogo continua com o turno do jogador à esquerda do jogador cujo turno acabou de terminar. O jogo continua neste ritmo até que se verifique a condição da fase final.

Para saber mais sobre as ações disponíveis nas cartas das personagem, ver mais abaixo o capítulo: As personagens.

pic3666460

Image V omax

Fase Final

A fase final acontece sempre que um jogador concretize uma das seguintes condições:

  1. Mover o peão púrpura (Jean Parisot de Valette) para a última casa da rua (último barril);
  2. Mover o seu peão para a casa 25 da rua;
  3. Construir a sua 8ª casa.

Em seguida, e depois do jogador completar o seu turno e completar a sua mão com 5 cartas, todos os jogadores baralham o seu monte de bisca e o seu monte de descarte, criando um monte de bisca final (lado esquerdo do seu tabuleiro) com a face oculta.

Atenção: as 5 cartas que cada jogador tem na mão não são baralhadas neste momento.

A fase final decorre durante várias rondas. Cada jogador irá jogar todas as suas cartas uma última vez, da mesma forma que as jogou até ser desencadeada a fase final, com duas exceções:

  1. Se no final do seu turno um jogador não tiver cartas para voltar a ter 5 cartas, bisca apenas as que conseguir, mas não volta a baralhar o seu descarte;
  2. Quando um jogador jogar a sua última carta, não volta a jogar. A sua vez será saltada até que todos os jogadores fiquem sem cartas.

Sempre que um peão alcança a última casa da rua, o jogador retira uma ficha de 25 pontos e coloca o seu peão novamente na casa 1.

pic3700500

Image henk.rollemen

⇒ Fim do jogo 

O jogo termina quando o último jogador com cartas jogue a sua última carta.

Todos os jogadores contam os pontos dos edifícios:

  • onde colocaram um dos seus marcadores de casa (canto inferior direito);
  • adicionam +1 ponto por cada set de três recursos.

O vencedor é o jogador com mais pontos. Em caso de empate ganha quem tiver construído mais casas. Se o empate persistir, ganham todos os empatados!

____________________________________________________________________________________________

pic3717814

Image EllenM

⇒ As personagens

Personagens verdes

  • Bankier, Ziegler, Steinmetz, Schreiner:

Tira da reserva geral tantos recursos do tipo indicado, quanto o número de ícones desse recurso representado nas cartas de todos os teus edifícios (canto inferior esquerdo).

Personagens azuis

  • Bettelmönch:

Cada adversário conta o total de recursos na sua área (Ouro+Madeira+Pedra+Tijolo). Cada jogador que tenha 4 ou mais recursos tem de te dar 1 à escolha dele. Ninguém te pode dar mais do que 1 recurso.
A 2 jogadores podes tirar 1 recurso adicional, à tua escolha, da reserva geral.

  • Dachdecker:

Pagas menos 2 tijolos para construir ou melhorar.

  • Zimmermann:

Pagas menos 2 madeira para construir ou melhorar.

  • Maurer:

Pagas menos 2 pedras para construir ou melhorar.

  • Händlerin:

Dá 1 madeira, 1 pedra ou 1 tijolo à reserva geral e tira 3 ouros.

  • Schneiderin:

Tira 2 recursos da reserva geral. Podem ser iguais ou diferentes.

  • Kaufmann:

Paga 1 ouro e tira 1 madeira, 1 pedra e 1 tijolo da reserva geral.

  • Vorarbeiter:

Escolhe 1 recurso (Ouro, Madeira, Pedra ou Tijolo). Conta quantos ícones desse recurso vês nos teus edifícios e tira essa quantidade da reserva geral, do respetivo recurso.

  • Kämmerer:

Tira tantas moedas de ouro da reserva geral como o número de edifícios verdes que possuas.

  • Wirt:

Cada jogador conta as suas moedas de ouro. Cada um que tenha 2 ou mais moedas tem de te dar 1 moeda. Ninguém te pode dar mais do que 1 moeda.
A 2 jogadores podes tirar 1 moeda adicional da reserva.

  • Ordensschwester:

Escolhe 1 recurso dos 4 disponíveis (Ouro, Madeira, Pedra ou Tijolo). Tira da reserva 3 recursos desse tipo. Cada um dos outros jogadores também tira 1 recurso desse tipo.

  • Zöllner:

Cada jogador conta separadamente o total de madeira, pedra e tijolo. Por cada recurso que tiver 3 ou mais, terá de dar-te 1 deles. Podes receber mais de um recurso de cada jogador, mas nunca mais de 1 recurso do mesmo tipo por jogador.
A 2 jogadores podes tirar 1 madeira, 1 pedra ou 1 tijolo adicional da reserva.

Personagens amarelas

  • Architekt Francesco Laparelli:

Dá 4 madeiras, 4 pedras ou 4 tijolos para a reserva geral e ganha 4 pontos.

  • GroBbailli Georg Schilling von Cannstatt:

Dá 4 moedas de ouro para a reserva geral e ganha 4 pontos.

  • GroBmeister Pietro del Monte:

Dá 1 madeira, 1 pedra, 1 tijolo e 1 moeda de ouro para a reserva geral e ganha 5 pontos.

  • Ritter Hieronymus von Rekuk:

Ganha 5 pontos.

  • Kaiser Karl V.:

Ganha 1 ponto por cada edifício azul que possuas (construído ou melhorado).

  • Papst Pius V.

Ganha 1 ponto por cada edifício melhorado que possuas (a cor é indiferente).

  • König Philipp II.

Ganha 1 ponto por cada edifício verde que possuas (construído ou melhorado).

Personagens vermelhas

  • Baumeister, Ziegelstreicher, Steinhauer, Holzfäller:

Quando se joga uma destas 4 cartas, tira-se da reserva geral exatamente 1 dos recursos especificado pela carta, e coloca-se na reserva pessoal do jogador que a jogou.

  • Magd:

Escolhe 1 dos quatro recursos (ouro, pedra, madeira ou tijolo) da reserva geral e coloca-o na reserva pessoal.

  • Baumeister:

Podes contruir ou melhorar um edifício já construído.

Para construir:

  1. Escolhe um edifício que ainda não tenha um marcador de casa;
  2. Paga o custo do edifício (canto superior esquerdo da carta);
  3. Tira a carta de personagem que está em cima do edifício e adiciona-a à tua mão;
  4. Coloca um dos seus marcador de casa sobre o edifício.

Para melhorar:

  1. Escolhe um edifício que já tenha um marcador de casa teu sem melhoramento;
  2. Paga o custo de construção indicado, exceto o ouro, indicado no canto superior esquerdo da carta;
  3. Vira a carta e para o lado melhorado (verso) e volta a colocar o teu marcador de casa do lado melhorado.

Regras importantes de construção/melhoramento:

  • Poupar por construir adjacente:
    Pagas 1 ouro a menos por cada edifício dos teus que esteja adjacente ortogonalmente ao edifício que pretendes construir. Nunca menos de zero ouros!
  •  Câmbio de recursos:
    Apenas para efeito de pagamento de construção/melhoramento é possível pagar 3 recursos quaisquer (iguais ou diferentes) por cada recurso em falta.
  • Bónus de construção:
    Se o marcador púrpura (Jean Parisot de Valette) estiver numa das cinco casas correspondente à coluna onde construires um edifício, ganhas 2 pontos. O marcador púrpura avança com uma carta roxa (ver mais abaixo).

Personagens roxas

  • Lehrling:

O aprendiz copia a última carta jogada, mas só se for verde ou vermelha. O aprendiz não serve para nada se for a primeira carta jogada ou se a última carta não for verde ou vermelha!

  • Jean de la Valette:

Avança uma casa o peão púrpura, vira a ficha de barril (que se retira de jogo) e tira da reserva geral o recurso revelado. Em seguida podes:
a) Selecionar uma carta da mão e descartá-la para o baralho geral de cartas de personagem (onde estão os baumeisters inicialmente).
                                                    OU
b) Biscar uma carta de personagem da reserva geral de cartas de personagem e colocá-la na mão.

Avaliação:

Valletta é mais um jogo de Stefan Dorra que infelizmente, na minha opinião, não teve muita expressão quando foi lançado no mercado, no ano passado, mas que merece ser analisado com algum cuidado. Ainda vamos a tempo!

Comecemos pelas ilustrações. Franz Klements foi o artífice gráfico deste trabalho, e como sempre, não deixou os seus créditos por mãos alheias, presenteando-nos com uma belíssima ilustração, onde facilmente se reconhecem os caraterísticos contornos da sua alma artística. Um regalo para os olhos! (A capa não é tão consensual, mas eu até gosto.)

Em termos de componentes está tudo dito quando o selo da capa do jogo é da Hans im Glück. A editora alemã raramente defrauda, e este Valletta é só a confirmação dessa regra. Materiais em madeira de qualidade superior e cartas em cartão grosso e profusamente ilustradas. Dá orgulho ter um exemplar exposto na estante.

Encontrar os mecanismos que Dorra usou neste jogo é uma tarefa muito simples, pois o deck building é por demais evidente. Muito bem usado aliás, fazendo-nos sentir o evoluir do poder combinatório das nossas cartas (quando bem jogado) e o poder crescente do nosso deck à medida que as rondas se acumulam. Uma fase final de jogo muito intensa, onde se maximiza todo o investimento estratégico, quase como uma dissertação do trabalho realizado.

As regras são quanto a mim o ponto mais forte do jogo, pois são de uma simplicidade inacreditável (5 páginas!), caraterística comum dos bons designs. “Difícil é fazer jogos simples.” dizia-me um designer de renome numa convenção, a propósito da genialidade dos mecanismos de Codenames. Enfim, não sendo tão genial, é sem dúvidas um excelente exemplo de como fazer um jogo com regras fáceis e de simples explicação, muita fluido e com a desejável capacidade de nos “agarrar” do início ao fim. Um expectável surpresa para mim!

Ligações:

Site da Hans im Glück → AQUI

Ficha BGG → AQUI

Resumo em português  AQUI

Comprar:

Philibert  AQUI

 

Anúncios
No comments yet

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: