Skip to content

Orléans

2014/12/18

Sint-Orl

Sinopse:

Assumindo o papel de senhores medievais, os jogadores procurarão controlar diferentes aspectos da economia de Orléans: o desenvolvimento, o comércio, a população… No final o vencedor será aquele que melhor conseguir gerir os seus seguidores.

Como se joga:

No início do jogo todos os jogadores recebem um tabuleiro pessoal, um saco, 5 moedas, 7 marcadores da sua cor, 1 mercador, 10 postos comerciais e 4 fichas de seguidores (agricultor, navegante, lenhador e comerciante).

Image Beatrix Schilke

O jogo de decorre em 18 rondas com 7 fases cada uma. As fases são as seguintes:

1) Revelar evento: nesta fase revela-se a ficha do topo do monte de eventos (o primeiro evento é sempre a peregrinação).

2) Recenseamento: o jogador que estiver mais avançado na escala de agricultores ganha uma moeda, o que estiver mais atrasado paga uma moeda. Em caso de empate, nas duas situações mencionadas, ninguém recebe nem paga.

3) Seguidores: Nesta fase os jogadores retiram do saco, sem ver, o número de fichas de seguidores que a sua escala de cavaleiros permitir. Todos começam na casa 4, ou seja, por defeito todos os jogadores podem tirar 4 fichas de seguidores e à medida que o jogo evolui poderão chegar ao máximo de 8 seguidores por ronda.

4) Planeamento: Nesta fase todos jogam em simultâneo colocando as fichas de seguidores nos diferentes edifícios que desejam ativar. Cada edifício tem ações específicas.

Podem distinguir-se 3 grupos de ações:

  • as que permitem aceder ao mapa, quer pela possibilidade de mover o mercador como pela possibilidade de construir postos comerciais;
  • as que permitem obter seguidores e os seus bónus:
    • o agricultor permite ganhar dinheiro na fase 2;
    • o lenhador que permite ganhar engrenagens que por sua vez diminuem a exigência de seguidores nos edifícios onde são colocadas;
    • o comerciante que permite construir edifícios particulares e que só beneficiarão o jogador que os construir;
    • o navegante que permite ganhar dinheiro;
    • o cavaleiro que permite tirar mais seguidores do saco na fase 3;
    • o universitário que permite progredir na escala de desenvolvimento;
    • o monge que funciona como joker e substitui qualquer tipo de seguidor.
  • as que permitem enviar seguidores para o tabuleiro de beneméritos e ganhar dinheiro, desenvolvimento e/ou cidadãos.

5) Ação dos seguidores: Nesta fase os jogadores executam as ações onde têm os seus seguidores. Começa o jogador inicial a executar a sua primeira ação e segue-se no sentido dos ponteiros do relógio até que todos passem. É permitido alocar seguidores a edifícios e não executar a ação nesse turno, porém esses seguidores não poderão ser movidos desse edifício nos turnos seguintes.

Todos os seguidores que forem usados para executar uma ação vão para o saco depois da ação ter sido feita. Todos os seguidores ganhos através de uma ação também vão para o saco.

Image maeddes maeddison

6) Resolução do evento: Como o nome indica, resolve-se agora o efeito do evento. O livro de regras trás uma explicação detalhada de cada um deles.

7) Mudança do marcador de jogador inicial.

O jogo termina no fim da resolução do 18º evento. Em seguida pontua-se da seguinte forma:

  • Dá-se uma ficha de cidadão a quem tiver mais postos comerciais colocados no mapa;
  • Cada moeda = 1 PV
  • Bens:
    • Tecido – 5 PV
    • Lã – 4 PV
    • Vinho – 3 PV
    • Queijo – 2 PV
    • Trigo – 1 PV
  • (Postos comerciais + fichas de cidadão) x índice de desenvolvimento (máx. 6) = ? PV

O jogador com mais pontos de vitória ganha. Em caso de empate ganha o jogador com melhor índice de desenvolvimento. Se o empate persistir há vários vencedores!

Avaliação:

Depois do deck-building (Dominion…) chega o bag-building! A originalidade deste mecanismo deixa-nos com um sorriso de desconfiança ao princípio mas depois a ideia acomoda-se no tempo.

Orléans é um jogo muito bem servido em termos de componentes e de ilustração embora com um preço um pouco exagerado nesta primeira edição, no entanto, a 2ª tiragem já está aí e com um preço bem mais agradável!

No início tudo nos é servido como um clássico worker placement, depois percebemos que os trabalhadores afinal podem ficar no tabuleiro até nos apetecer ativá-los, adicionando ao jogo o factor de gestão do tempo… e a experiência começa a tornar-se aliciante.

À medida que se avança na partida começam os dilemas da escolha pelo melhor caminho para a vitória. Inúmeras opções, imensas consequências, muito que planear… sem darmos conta já estamos completamente dentro do jogo, batalhando para maximizar as escolhas e jogar no timing certo.

Embora ainda com pouco tempo de rodagem por estas bandas já dá para afirmar que Orléans tem muito potencial para ver mesa nos próximos tempos. É preciso descobrir com mais profundidade as diferentes variáveis que nos podem conduzir à vitória, perceber quais os edifícios em função da estratégia escolhida, e muito mais que com poucas partidas não temos oportunidade de descobrir. Orléans é por isso um jogo para se ir descobrindo.

A mecânica serve muito bem o jogo, que flui extremamente bem, ao contrário daquilo que parecia inicialmente, e no final permite ter uma agradável  experiência de jogo não demorando excessivamente.

Ligações:

Site da DLP → AQUI

Ficha BGG → AQUI

Regras oficiais AQUI

Vídeo em inglês  AQUI

Comprar:

Philibert AQUI

Licenças adquiridas

2014/12/17

A Stronghold Games assegurou as licenças de La Granja e Age of reason da editora alemã Spielwoxx

Para quem vem seguindo a movimentação dos últimos lançamentos não será estranho dizer que La Granja e a Spielwoxx têm obtido um excelente acolhimento por parte do público neste últimos tempos,com o reduzido número de cópias de La Granja a voarem em pouco tempo tornando o jogo num objeto de desejo caro.

Image Birger Hogrefe

Com o novo acordo, editora norte americana assegura o apetecível mercado de língua inglesa e a certeza de muitas vendas.  Depois de esgotar La Granja tem atingido valores absurdos no mercado de 2ª mão, em alguns casos ultrapassando os 150€!

A Spielworxx informou também que “La Granja” terá uma nova edição em meados de 2015 e em diferentes idiomas (alemão, espanhol, holandês e francês).

Tric Trac d’Or 2014

2014/12/15

O vencedor do conceituado site francês Tric Trac é:

  

Five Tribes arrecadou os corações dos votantes franceses que participaram na eleição do Tric Trac d’Or. O jogo de Bruno Cathala ficou em primeiro lugar no número de votos deixando Lewis & Clarks no segundo lugar e Splendor em terceiro.

Parabéns aos vencedores!

Vem aí… Mare Nostrum

2014/12/13

Serge Laget desenhou Mare Nostrum para a extinta Descartes em 2003. Pouco mais de 10 anos volvidos e a Asyncron Games anuncia que reeditará o jogo em breve com uma revisão substancial das regras e do artwork do jogo.

 

Para lá das regras e do novo look o destaque vai também para a possibilidade de poder jogar esta nova versão de Mare Nostrum a 2 jogadores.

Asyncron Games tem vindo a revelar várias imagens do novo Mare Nostrum na sua página de FB não se sabendo ainda a data prevista para o seu lançamento no mercado.

À espreita… Artificium

2014/12/07

Artificium foi editado pela Lifestyle Boardgames e é da autoria de Timofey Shargorodskiy para 2 a 6 jogadores com mais de 8 anos e uma duração média de 40 minutos.

Image Lifestyle Boardgames

Em Artificium os jogadores mergulham num universo medieval onde o objetivo é potenciar os lucros obtidos pelo trabalho dos seus trabalhadores e dos seus edifícios de produção. Uma boa planificação das cadeias de produção conduzirão à sua otimização e consequentemente maior produtividade/receita.

Quatro rondas são a duração de uma partida de Artificium, o que o torna num jogo relativamente rápido, durante as quais os jogadores usarão o tabuleiro central para marcar os seus pontos na grelha de pontuação. É também aí que as cartas do jogo entram em cena… há 2 tipos de cartas…

  • … de edifício – com elas poderão produzir e transformar recursos que darão pontos de vitória, estas cartas por si próprias também dão pontos de vitória aos seus proprietários.
  • … de ação – embora não valham pontos de vitória são essenciais para criar dificuldades aos adversários;

Image Beatrix Schilke

Depois de biscar 5 cartas os jogadores poderão trocá-las no mercado central por outras mais apetecíveis e geralmente… bem mais caras! Mas negócio é negócio e o lucro só aparece com investimento…

Por fim todos os jogadores jogarão as suas cartas e as organizarão de forma a criar uma “linha de produção” otimizada para produzir mais que os adversários! Antes de passar a vez os jogadores têm oportunidade de vender o resultado das suas produções e assim obter dinheiro para comprar mais cartas na ronda seguinte.

Image Lifestyle Boardgames

Este jogo passou despercebido mas possivelmente terá maior visibilidade agora que a Asmodee se prepara para o trazer para outros mercados…

Um jogo mainstream com regras simples, rápido e com uma dose equilibrada de sorte e estratégica.

Five Tribes – Guia Estratégico

2014/12/06

A malta da Days of Wonders não deixa as suas pérolas em mãos alheias e apressou-se, em conjunto com o seu autor, Bruno Cathala, a disponibilizar a todos os jogadores de Five Tribes um belíssimo guia estratégico para o jogo.

FT-GuiaEstrategico

Five Tribes tem tido um excelente acolhimento por parte do público e vai já na sua segunda tiragem!

O ficheiro em inglês – AQUI.

O ficheiro em francês – AQUI.

Carcassonne Tonight – Bonecage

2014/12/06

Nova trilha sonora dos Bonecage! :D

Seguir

Get every new post delivered to your Inbox.

Junte-se a 151 outros seguidores